• INTELIGÊNCIA
  • PUBLICAÇÕES
  • PENSAMENTOS
  • INQUIETUDE
  • O AUTOR
  • DEPOIMENTOS
  • COMPRAR

  • Visite e curta nossa página no Facebook

    Relatos dos leitores.

    Maria Cibele []
    Realmente, o livro é excelente, mesmo para pessoas da 3a idade, como eu!O conteúdo é muito bom e , para falar a verdade, comprei porque estava com baixa auto estima e insegurança em relação, principalmente, dirigir carro. Talvez pela idade(completarei 70 anos em junho próximo).
    Depois que o li quase inteiro num dia, melhorei e comecei a reagir.
    Esse livro merece estar nas melhores livrarias, onde várias pessoas poderão ter acesso a ele!
    Parabéns!
    Maria
    Gustavo de Oliveira []
    Antes de tudo obrigado por atender o pedido da dedicatória do livro e pelo presente de ler tua obra. Gostei tanto que o li em 3 dias. Escrita simples, clara, profunda nas ideias e desenvolvedora. Me senti o tempo todo como se estivesse conversando contigo, muitas vezes quis falar, porém, estava lendo. Hahahhaha
    Apreciei cada minuto da companhia de seu livro.
    O mesmo tinha exatamente o conteúdo que eu buscava, o entendimento desta inquietação interna que me assolava, uma sensação de impotência, incomodo com o que respirava em meu dias, sem saber como me libertar e uma sensação de solidão e achar que estava levemente enlouquecendo. Por pensar estar sozinho nesta empreitada. Fiquei imprecionado ao ver tuas idéias e saber que ja as sentia antes ea leitura, só que sem tanto esclarecimento quanto tua pessoa. Resumindo, conseguiste através de teu livro ajudar um indivíduo a ver que não esta errado e ter um esclarecimento maior do seu estajo de anseios.
    Obs: quando passar em POA e quiser ter uma conversa com um bom chimarrão ou até mesmo uma cerveja, saiba que para mim será um prazer.
    Quando eu ler a tua outra obra lhe envio outro comentário.
    Grande abraço

    João Pedro Caravalho [jpedrocarvalho84@mail.com]
    Eu antes não sentia tanto o vazio, mas devido à minha vida sem trabalho e ocupações precárias juntamente com uma catrefada de problemas a minha sensação de vazio tem aumentado bastante. Para me distrair e manter o meu equilibrio acabo refugiando-me no meu mundinho para evitar e fugir dos meus problemas.

    Daniela Pimenta [danielapimenta@gmx.com]
    Procurando textos inspiradores na internet encontrei o livro "Inquietude". Maravilhoso! Como engenheira, estou ansiosa para ler "liderança para engenheiros". Se for tão inspirador e revelador quanto o outro livro, com certeza será útil para nossas carreiras. Só me resta agradecer por ter dedicado tempo para palavras tão verdadeiras.
    Rodrigo [spackhat@gmail.com]
    Espetacular, adorei. Muitas vezes pensei em desistir de tentar me tornar o que sempre sonhei em ser, mas lendo artigos postados por diversas pessoas eu consigo renovar as forças. Parabéns.
    Werner []
    Vem em boa hora, meu caro. Não encontramos livros brasileiros com este conteúdo. Precisamos de abordagens de quem viveu a experiência. Parabéns pela iniciativa.
    Severino dos Santos [severino@hotmail.com.br]
    Gostei muito, de boa qualidade.
    Roselia [roseliaquino50@hotmail.com]
    PARABENS, um despertar para a consciêcia para mim foi um uma licao de vida.
    Marcelo []
    Gostei tanto que o li em 3 dias. Escrita simples, clara, profunda nas ideias e desenvolvedora. Me senti o tempo todo como se estivesse conversando contigo, muitas vezes quis falar, porém, estava lendo. Hahahhaha Apreciei cada minuto da companhia de seu livro.
    O mesmo tinha exatamente o conteúdo que eu buscava, o entendimento desta inquietação interna que me assolava, uma sensação de impotência, incomodo com o que respirava em meu dias, sem saber como me libertar e uma sensação de solidão e achar que estava levemente enlouquecendo. Por pensar estar sozinho nesta empreitada. Fiquei impressionado ao ver tuas idéias e saber que ja as sentia antes da leitura, só que sem tanto esclarecimento quanto tua pessoa.
    Resumindo, conseguiste através de teu livro ajudar um indivíduo a ver que não esta errado e ter um esclarecimento maior do seu estado de anseios.

    Leandro [leosousa95@hotmail.com]
    Ufa ainda bem que achei alguem que pensa parecido comigo kkkkk
    Meu primeiro teste de qi eu tinha 16 anos ele deu 115. Eu ja era muito curioso por evolucao pessoal etc. Treinei bastante, eu tinha memoria horrivel de esquece r daqui pra rua. Bem agora aos 19 anos realizei um teste de qi de matrizes de ravard e o resultado foi bem satisfatorio. Alem dos efeitos aparentes passei no enem \o/ e nao paro de estudar, so o numero 1 da minha turma no teste o resultado foi 130. Feliz com o resultado mas ainda ambicioso XD. Eu sempre realizo testes semestrais de jogos ou matrizes mas nunca fui num psicologo axo q ta chegando a hora de ir \o/.

    Paulo [paulo2015_0102@outlook.com]
    Olá, dei uma lida em seu site e fico sempre me perguntando se essas técnicas e métodos para aumentar a inteligência funcionam mesmo, estou cursando minha primeira graduação, e tive um ensino médio muito precário, e vejo o reflexo disso na hora de aprender as matérias, principalmente aquelas que envolvem raciocínio lógico, as quais eu tenho mais desejo de aprender, mas esbarro nas minhas dificuldades. Não consigo aceitar pra mim mesmo que eu não seja capaz de aprender facilmente ou a raciocinar para os demais problemas, seja eles de matemática, física, financeira e etc... Estou sempre pesquisando maneiras de aprendizado, e meios para desenvolver minhas habilidades intelectuais, mas fico estagnado, angustiado e ansioso, um dos meus grandes sonhos é entrar na Polícia Federal, mas a mesma exige e muito raciocínio lógico, onde vejo que neste tenho uma grande dificuldade, gosto muito de matérias que contem contas, exatas pra ser mais específico.
    Carolinea [carolinedemetrio2002@gmail.com]
    Sério, obrigada. Constantemente eu tenho tido isso, mas parece que agora, eu sinto que alguma coisa meio que "despertou" em mim. Nunca vi um texto que se encaixasse tão bem na minha vida.Muitas vezes eu deixo de seguir o meu estilo de vida por causa dos outros e quando consigo pelo menos 1 dia, eu sinto que as pessoas estão achando estranho e nunca mais faço isso.Um exemplo é o estilo de roupa que eu gosto. Muitos falam: Não use isto, vão pensar que você é maluca. Nós estamos no Brasil, Carol. Não se usa coisas assim.Na hora, eu sempre rebato falando que irei usar mesmo assim, mas depois eu sempre desisto, talvez pelo medo do que as pessoas irão achar. Esse texto foi a coisa que mais me abriu a mente.Tentarei fazer as coisas mais do "meu jeito" do que "do jeito deles".Eu nunca falei de como me sinto pra ninguém, então agora estou falando para muitas pessoas.Obrigada, por tudo. :D
    Daniel Melquiades [dmls_21@hotmail.com]
    Obrigado, agora eu consegui entender o significado desse vazio e pode ter certeza agora diferente!!
    Rodrigo Santos [rodrigospfc9@gmail.com>]
    Obrigado mano, vou fazer tudo oque vc me recomendou, vou retomar meus estudos concluir o ensino medio e me jogar no concurso público, servir ao exército é meu sonho desde criança mas infelizmente não lutei por ele, com fé em Deus serei forte lutarei pelo que eu gosto e deixarei de ser um zumbi, se tudo der certo e vai, voltarei aqui e contarei a você, muito obg msm, vou adquirir seus livros para aderir ainda mais instruções, vlw mano q Deus te abençoe sempre!
    Bia [biaramos11@hotmail.com>]
    era o que precisava ler neste momento. Espero ir em busca do meu eu e me livrar das manipulações de ideologias selecionadas, em um mundo onde tem coisas boas para serem descobertas e desfrutadas.
    Renata Cristina [rcr2808@hotmail.com]
    Caro Everton, estou realmente impressionada do quão motivador é este seu texto. Um texto que nos conduz a tomar decisões na vida, um texto inspirador. Eu estava exatamente como indica seu texto, procurando respostas em tudo, mesmo em mim, e as frustrações era diárias, e realmente, após ler seu texto, ter o prazer de conhecer seu site, consegui encontrar muitas respostas para mim mesma, em mim.Muito obrigada por ter tido a ATITUDE, a iniciativa em criar esse site, pode ter certeza que através dele, muitas pessoas estão enxergando o mundo de outra maneira. Parabéns, me tornei sua fã.Beijos,Renata
    Bia [biaramos11@hotmail.com>]
    era o que precisava ler neste momento. Espero ir em busca do meu eu e me livrar das manipulações de ideologias selecionadas, em um mundo onde tem coisas boas para serem descobertas e desfrutadas.
    Allan []
    vc esta mudando vidas, sem dúvida.
    Elizete Máximo [elize50@live.com]
    Cara tú és de mais!Caracas meu.Parabéns por tanto discernimento em tuas palavras de sabedorias.

    Ana Priscila [ana_priscilaana@hotmail.com]
    Suas palavras foram muito objeyivas e como me ajudaram.....obrigada melhor do que muitos psicólogos....

    Rogerio [rogeriorodrigues99@gmail.com]
    A Melhor E Mais Util publicaçao que ja vi,se nao existisse pessoas como voce outras como eu nao teriam sentidode viver, te agradeço muito por postar isso, parabens obrigado.

    Francis [fenix_the_immortal@hotmail.com]
    Olha...eu realmente fiquei maravilhado com este texto incrível...!!!!Meus parabéns..!!!Há muito tempo venho mascarando este vazio, "levando nas coxas", porém finalmente tenho uma ideia clara e precisa de qual seria a real causa deste vazio....Muito obrigado..!!!
    Carlos Fontana []
    Comprei o livro "Inquietude". Fez eu pensar muito, abriu meus olhos. Este livro é um verdadeiro achado. Muito obrigado!!!
    Hebert Soares []
    Me apresentou um outro ponto de vista, muito bem elaborado por sinal. Lhe sou grato por abrir minha percepção desta forma.
    Caio cesar [Caiobrasil97@hotmail.com]
    Obrigado, foi como um sopro de incentivo a seguir meu instinto e satisfazer o meu EU.
    Isaias Godoy []
    Li toda a obra no fim de semana e gostaria de parabenizar publicamente o Spolaor pelo conteúdo do livro! Linguagem clara, simples objetiva e bem humorada. Capaz de prender a atenção de quem lê. A análise é contemporânea (com citações atemporais) e acertada da situação de carência da sociedade atual.Mensagem Positiva trás este livro, e mostra que todos podem ter acesso a uma Inteligência maior, desde que se disponha a isto. As críticas que o livro tece são pertinentes. Mas o mais importante é que tenho certeza de que quem ler o livro e aplicar a sugestão dos “GAPS” vai ter um salto de qualidade em sua inteligência! Para quem não leu, recomendo! Minha esposa já está na página 30, lendo e se divertindo bastante!!
    Daniele Sasse []
    O livro faz a gente pensar em várias "atitudes nossas de cada dia" e nos faz pensar em muitas pessoas as quais convivemos. I'm enjoying. You are very clever...you know how to write very well. Congrats!!!!!

    Adnan []
    O livro possui uma leitura muito agradável. Acredito que seja um livro que, apesar de poder ser lido em pouco tempo, exige tempo e esforço para refletir e implementar suas idéias no dia-a-dia. Com certeza, as informações contidas no livro agregarão aspectos positivos à minha vida.

    Talita [talitass.b@outlook.com]
    Sempre tenho crises existências, parece que falta algo o tempo todo, aí vêm aquelan sensação de que eu tenho que abraçar o mundo, que o quê vivo é pequeno de mais pra mi, enfim me senti inspirada a suprir esse desejo que tenho tão forte de correr para o mundo é me descobrir.

    Beatriz C. [beatrizkah@gmail.com]
    Estou passando por esse vazio há vários anos sem perceber que deveria esta buscando algo enquanto doía, aliás, enquanto dói. Gostei muito da forma como expôs a ideia da pessoa que parece não se identificar com nada, pois sempre achei q isso fosse o fim.Acrescento que sempre existem várias formas de se enxergar as coisas, todas podem ser válidas, mas pela nossa necessidade de querer estar bem, a visão certa é sempre a que nos faz sentir melhor, não importa se pareça difícil...nunca tentar ver as coisas do pior jeito só pq aparentemente parece o mais fácil, ou mais viável.

    cris [lastlinx@live.com]
    Sempre mantive meus sonhos de criança ligados, mas até então me vi obrigada a crescer por causa da minha criação rígida e fui deixando esses sonhos pra trás. O tempo passou e passou pesado sobre mim, comecei a ir sentindo esse "vazio" me tomando aos poucos e eu sempre o ignorava. Acredite, eu chorei e muito lendo esse texto no momento em que eu confrontei essa minha criança do passado, pois meus sonhos de criança não eram exatamente infantis pelo contrário, eu sentia que era diferente e isso abriu os meus olhos. Estou com 22 anos e sinto que perdi um tempo valioso da minha vida embora eu seja jovem eu sinto que era capaz de fazer o que sempre quis quando eu simplesmente decidisse que era a hora, hoje eu olho pra frente e sinto que o tempo tá correndo e eu não posso mais caminhar no mesmo ritmo. Obrigada pelas palavras que me lembraram o que eu tinha esquecido.

    Laísa [laisampaio_@hotmail.com]
    Descreveu exatamente o que eu sinto. O vazio nos faz questionar o propósito de tudo,da vida. Praticamente todos responderão que esse propósito é ser feliz. Mas como alcançar a felicidade? Hoje eu acredito que a grande causa do vazio, é fugir da sua essência. As vezes eu tenho a sensação que a minha "alma", quer fugir do meu corpo. Esta alma na verdade é a minha essência, que luta para ganhar sua liberdade. Mas não é fácil, é preciso estar disposto a desprender-se. É uma batalha, lutar contra si mesmo. Obrigado.

    Maria Betânia [betanya-franco@hotmail.com]
    Nossa, agradeço sua sensibilidade e generosidade por compartilhar conosco esta reflexão.Pensar que muitas pessoas por não ter compreendido isso, deram fim à própria vida.Algo tão simples!Mas por ser tão óbvio, não valorizamos...tendemos a complicar.Grata imensamente!Um abraço à você quem nem conheço e me fez um bem tão grande.

    Roger []
    Realmente bem legal o que foi dito, ou seja a verdade....pois precisamos ser nós mesmos, pois ir pela cabeça dos outros é assumir outro papel....é insenar e fingir ser algo que não se é!!!!

    Leide [leide075@gmail.com]
    Bom dia. Hoje acordei com este vazio, alias, venho sentindo isto a muito tempo, mas hj me sentir inquieta por denais com ele. Resolvi vim a net e o primeiro texto q encontrei foi o teu. Simplesmente, li aqui tudo, tudo q to sentindo, me idenfiquei com tudo q li, do principio ao fim!So tenho a te agradecer pois, hj vou levantar mais bem disposta e procurar seguir teus conselhos. 😊 So tenho a dizer, MUITO OBRIGADA DE CORACAO 😚FELIZ 2016!

    Rosario [rorofrei@hotmail.com]
    Esse vazio, sentido por muitos, é realidade presente em nossas vidas.Temos que buscar o Espírito Santo, para nos preencher. Melhor é dar do que receber, então não deve faltar nada em nós. O normal é nos sentir feliz e em paz.

    Rosario [rorofrei@hotmail.com]
    Esse vazio, sentido por muitos, é realidade presente em nossas vidas.Temos que buscar o Espírito Santo, para nos preencher. Melhor é dar do que receber, então não deve faltar nada em nós. O normal é nos sentir feliz e em paz.

    Adelcia fernandes [adel082008@hotmail.com]
    sou caboverdeana e concordo plenamente contigo é mesmo falta de ser eu, pois ja passei pela metade da expiriencia que voce falou e nenhum resultou, só não fiz aventuras, para ver se aquela sensação desaparecia, mas não continua aqui, e tb creio que é falta de amor tenho um cara e não sei quando ele me quer ou não, fico confusa não sei como chegar nele,sinto fora da vida dele como foi dito é como fazer negocio com oriental .

    Everton [everton.cipriani@hotmail.com]
    Bom....quanto ao tema, creio que este vazio do qual todos compartilhamos, cada qual com sua medida, seja realmente falta de algo, quer dizer, alguma coisa deva "encaixar" e suprir tal "buraco"....nao tenho uma concepçao formada a respeito porém há de se considerar varias margens de pensamento, metafisico, idealista, sensitivista, dualista por que não......., grande abraço,.

    Débora Macedo [deborademacedo19@hotmail]
    Concordo com tudo o que foi dito mas as vezes sinto uma solidão um vazio que sufoca não tem fim é horrível , as vezes diagnostifico que é a falta de alguém um amigo um amor de tudo dá vontade de dar fim a isso tudo porque é uma sensação estranha de fraqueza e impotência é muito difícil ser dona de si eu finjo o tempo inteiro me resguardo no meu mundinho como se tudo fosse ameaçador muito ruim isso.

    Guida [guidazinha_pires@hotmail.com]
    Você já levantou da cama um dia e sentiu falta de algo que não sabe explicar o que é, parece que seu peito está oco? Pois é, essa é uma sensação que me persegue, virou quase uma companheira indesejável....Arrisco e me arrependo... alias nem é arrependimento o que sinto nao tem explicação, apenas um vazio que me destroi.Tento disfarçar mas ta assim.Sinto muita falta de mim mesma. Ja nao sei oque fazer pra me preencher.Amei seu texto, obrigada

    Katia [katiafrancisco@ig.com.br]
    Sei o que deve ser feito e não consigo, me olho no espelho e não me reconheço. Adquiri uma sindrome do panico. Hoje por exemplo se pudesse sumiria, ou pegaria o carro e enfiaria-o no primeiro muro bem isolado das pessoas. No fundo quero a morte. Religiões já passei por todas, e este vazio não foi preenchido. No final você diz procure algo que goste, sabe gosto do isolamento, ficar só, detesto pessoas são hipocritas em toda a sua essência. Mas vou tentar achar algo mais proveitoso. Obrigada.

    Fábio de Souza
    Recebi seu livro ontem e estou na página 54.
    Uma obra de arte, deveria ter te pedido um autógrafo no envio.
    Obrigado pelo atendimento, abraços e sucesso sempre.


    Comente este texto:

    Para comentar o texto, preencha o formulário abaixo:

      Seu nome :
      Seu email :


      Qual Obra quer comentar?

      Comentário:



    xxxxxxxxx


    Copyright 2007 by Everton Spolaor
    www.sombrasdarealidade.com.br


    Início || Citações || Relatos sobre o Autor || COMPRAR O LIVRO