• INTELIGÊNCIA
  • PUBLICAÇÕES
  • PENSAMENTOS
  • INQUIETUDE
  • O AUTOR
  • DEPOIMENTOS
  • COMPRAR

  • Visite e curta nossa página no Facebook

    I N T E L I G Ê N C I A
    DESCUBRA COMO IR MUITO ALÉM DE UM ALTO Q.I.

    Quando eu tinha em torno de vinte anos de idade, criei uma meta:

    Chegar aos 50 anos de idade com
    um Q.I. de 180 pontos.

    Em outras palavras, o desafio era me tornar mais inteligente que o próprio Einstein.

    Evidentemente, a primeira coisa que aconteceu foi que meus colegas e amigos começaram a rir de mim. E continuaram a fazer piadas durante muito tempo. Até que, de repente, meu esforço começou a dar os primeiros resultados:

    - Criei uma ideia que gerou 20 milhões de reais para a empresa onde eu trabalhava;
    - Aprendi inglês sem gastar um centavo em cursos;
    - Fiz várias viagens de trabalho pelo mundo;
    - Fui promovido várias vezes;
    - Publiquei livros;
    - Ganhei prêmios de inovação tecnológica;
    - Comecei meu próprio negócio.

    Então, ao invés de fazer piadas, as pessoas começaram agora a me perguntar coisas como "Cara, como é que tu fez isso?" ou "você pode me ensinar a fazer estas coisas?".

    Foi aí que surgiu a ideia de publicar na internet uma página explicando como desenvolver habilidades de raciocínio.

    Eu sempre acreditei - e ainda acredito - que o mundo seria um lugar muito mais justo e que a vida teria maior significado se pudéssemos nos relacionar com pessoas mais cultivadas, mais sábias. Por isso, acredito que se eu compartilhar minhas ideias na internet, além de ajudar outras pessoas a desenvolverem seus potenciais, poderei conhecer pensadores melhores que eu, que utilizaram técnicas diferentes. E isso tudo é fantástico!

    Afinal de contas, só é útil o conhecimento que nos torna melhores.


    Curta minha página
    no Facebook:

    Curta a página de Everton Spolaor no Facebook

    <
    Livro INTELIGÊNCIA
    Receba em sua casa.

    Adquira um excelente
    livro por apenas
    R$ 30,00.



    Bem... a primeira coisa que eu comecei a fazer quando decidi buscar o Q.I. de 180 pontos foi estudar muito. Mas logo descobri que não é necessário estudar muito para ser inteligente.

    Comecei a perceber que o simples acúmulo de informações não serve para tornar alguém mais inteligente. Um homem com muitos conhecimentos é nada mais que uma enciclopédia com pernas.

    Eu precisava descer mais fundo na toca do coelho. Ir além das fronteiras da erudição.

    Passei, pois, a estudar a forma como os grandes sábios pensam. Meu intuito era identificar se existe algum elemento ou característica que somente as pessoas muito inteligentes possuem. Acabei descobrindo vários destes elementos. Percebi que existem certos princípios que conduzem a mente a um estado muito mais elevado.

    O passo seguinte foi aplicar estes elementos e princípios em minha própria vida. Afinal de contas, se funcionou com Einstein, Sagan, Newton e Buddha, por que não funcionaria comigo, ou com qualquer outra pessoa?

    Bem, o que aconteceu foi que depois que passei a modificar meus pensamentos, adotando os princípios que identifiquei nestes estudos, começaram a surgir as primeiras mudanças positivas em vários aspectos da minha mente, tais como:

  • Aumento da velocidade de raciocínio;
  • Visão simultaneamente global e puntual;
  • Ampliação na percepção de detalhes;
  • Diminuição de preocupações, angústias, ansiedades etc.;
  • Grande aumento da criatividade;
  • Facilidade para resolver problemas;
  • Facilidade para aprender coisas novas.

    Evidentemente, os resultados demoraram algum tempo para começarem a surgir.

    Percebi também que o desenvolvimento da inteligência serviu para me tornar imune a pelo menos três tipos de doenças do espírito:

  • a mente ignorante, que acredita que sabe tudo;
  • a mente autômata, que nasceu para seguir regras;
  • a mente egoísta, que é cega para o mundo.

    Nesta página eu quero, pois, compartilhar com vocês algumas práticas que podem ampliar expressivamente seu poder de raciocínio, despertando a mente para um mundo mais amplo e com maiores possibilidades de sucesso.

    Compre aqui meu livro INTELIGÊNCIA, que demonstra como ampliar a inteligência como um todo Antes, porém, eu gostaria de dizer que recentemente publiquei um livro que aborda este assunto. Este livro contém reflexões mais aprofundadas, então eu o recomendo para quem está interessado em desenvolver a capacidade de pensar.
    CLIQUE AQUI PARA CONHECER O LIVRO.


  • Olá, eu sou o Everton.

    Ao longo de minha vida estudei diversas disciplinas, tais como Jusiça e Filosofia na prestigiada Harvard University, Ética e Six Sigma no Massachusetts Institute of Technology, Engenharia Mecânica na UFSM e muitos outros cursos.

    Eu sempre acreditei que dentro de cada um de nós existe uma espécie de força gigantesca. E para acessar tal força, precisamos alinhar nossos pensamentos com um propósito e aprender coisas novas, buscando evoluir todos os dias.

    Com a publicação do livro "Inteligência" pretendo ajudar as pessoas a despertarem seu potencial, ampliando seu poder de alcançar sonhos e realizações.

    Sugiro que você compre também o livro "Inquietude". Com os dois livros, Inteligência e Inquietude, as forças se complementam em um grande poder.

    Curta a página de Everton Spolaor no Facebook


    Curta a página de Everton Spolaor no Facebook






    Então vamos lá!

    A primeira coisa que eu quero que você saiba é que:

    Inteligência não vem de berço.
    O nível de inteligência que herdamos geneticamente é apenas o ponto inicial.
    E é perfeitamente possível tornar-se muito mais inteligente, autoconfiante e sábio.

    Muitas pessoas afirmam que "inteligência vem de berço", ou que depois de uma certa idade o cérebro começa a "falhar". Não acredite em nada disso!

    Depois que passei a adotar determinados hábitos que tonificam o poder de pensar, comecei a perceber uma contínua melhoria na minha capacidade de raciocínio. E não apenas isto. Não aumentei apenas meu Q.I., mas sim minha inteligência como um todo, incluindo aí a criatividade e a capacidade de entender as coisas e as pessoas de uma forma mais ampla e profunda. E o legal de ampliar a inteligência como um todo é que assim você melhora a sua vida como um todo.

    Uma inteligência mais elevada tonifica sua autoestima, amplia suas chances de criar ideias que dão dinheiro, te dá maior equilíbrio emocional, faz você depender menos da opinião e das ações das outras pessoas, te dá maior sensatez, força de caráter, independência afetiva e potencializa sua capacidade de ver além do que é comum., isto é, ver o que os outros não percebem tão facilmente.

    Espero que esta página seja útil para inspirar você e que outras pessoas possam elaborar métodos ainda mais eficientes, obtendo melhores resultados.

    Inteligência é melhor que Q.I.

    Outro ponto que gostaria de considerar é a respeito do Q.I. Esse negócio de Q.I., ou quociente intelectual, equivocadamente conhecido também como quociente de inteligência, é um tipo de mensuração que está muito longe de medir a verdadeira inteligência.

    Assim, ao invés de buscar um QI de 180 pontos, o que deveríamos fazer é desenvolver continuamente a inteligência. Mas então:


    Trabalhos realizados:

    Algumas ideias que implementei nos últimos anos, frutos do raciocínio lógico e intuitivo.

  • 2005: Sistema de dimensionamento de produtos.
    Esta ideia possibilitou redução de custos em pelo menos 500 mil dólares por ano e foi implantada em uma das maiores indústrias do Brasil.

  • 2009: Gap de otimização de embarques internacionais.
    Esta ideia gerou um lucro de dois milhões de dólares por ano e está em uso até hoje no Brasil e China.

  • 2010: Loja virtual Tekno Imports
    Minha pequena loja na internet. Ela não me dá lucro - pelo menos até hoje não deu - mas serve para melhorar certas habilidades, como negociação, persuasão, finanças, línguas estrangeiras etc.

  • 2011: Simulador de fluxo de peças;
    É um software que simula o tempo de transporte de peças entre os locais de montagem e fabricação, e então escolhe as rotas mais rápidas e mais econômicas.

  • 2012: Otimizador de cortes de bobinas de aço;
    Uma macro VBA, depois substituída por um software, permite reduzir 5% da sucata gerada no corte de bobinas de aço.
  • 2013: Estudo sobre tesouros perdidos dos Incas em solo brasileiro;
  • 2013: Deliberação filosófica sobre as origens e premissas da ansiedade;
  • 2013: Algoritmo de adensamento de pallets
    É uma transação inserida no sistema SAP, que permite misturar materiais de dimensões diferentes em uma mesma embalagem, garantindo o mínimo de espaço vazio;
  • 2014: Metodologia de otimização integrada de produção, compras e estoque em ambiente global;
    Esse trabalho foi bem legal. Está ainda em implantação em mais de dez países. Consiste na identificação do ponto ótimo de produção para cada material, levando em conta a demanda, lead-time, estoques, setups etc.
  • Como podemos elevar nossa inteligência?
    Existem mecanismos, técnicas e exercícios que possibilitam aumentar a capacidade de pensar?

    Sim, certamente existem. Vou falar um pouco sobre isso nesta página.

    Compre aqui meu livro INTELIGÊNCIA, que demonstra como ampliar a inteligência como um todo Gostaria de dizer que as ideias que estou colocando nesta página estão no meu livro "INTELIGÊNCIA". No livro há muito mais detalhes e explicações, que você pode ler com calma e de forma mais precisa.
    Recentemente eu publiquei este livro no qual explico cinco práticas que, se adotarmos em nossas vidas, nos ajudarão a ampliar sensivelmente nossa força intelectiva. Ficaria meio estranho eu recomendar que você compre este livro, afinal de contas ele foi escrito por mim, mas definitivamente eu recomendo a leitura se você está disposto a ter pensamentos que fujam do que é comum, do que qualquer um pensa. O livro está à venda no neste link, aqui no meu website, neste link.

    Ok, let's go!

    Quero demonstrar aqui o que tenho feito para elevar minha qualidade de raciocínio.

    Bem, a princípio, a idéia é desenvolver aquilo que eu chamo de verdadeira inteligência. Existem autores e estudiosos que defendem a existência de inteligências múltiplas, como a inteligência lógico-matemática, a inteligência emocional e a inteligência musical. Mas para mim a verdadeira inteligência é única, e abrange todas estas habilidades:

    "Inteligência é a capacidade de sobrepujar o condicionamento natural e social, e então manipular criativamente o ambiente através do livre pensamento."

    Você também tem o dom. Use-o!

    No coração de todo homem existe uma espécie de força que o conduz ao caminho do sucesso e das realizações extraordinárias.

    Apesar de a mídia em geral difundir a idéia equivocada de que existem pessoas especiais que já nascem com uma espécie de “dom” (como Beethoven, Einstein, Charles Darwin, Shakespeare e tantos outros), a verdade é que qualquer pessoa tem o poder de criar obras e idéias fantásticas. Mesmo uma pessoa com pouca escolaridade e cultura pobre, se tiver força de espírito, vontade e perseverança, poderá alcançar a excelência em qualquer atividade que desejar.Não existe no mundo nenhum homem que tenha alcançado uma façanha tal que você não seja também capaz de realizar.

    A história está repleta de exemplos de pessoas ditas comuns – uma dona de casa, um atendente de lanchonete, um estudante, um mendigo - que um dia tiveram um sonho, acreditaram neste sonho e com determinação conseguiram criar algo notável, como compor uma sinfonia, construir um hospital, escrever um livro, abrir um restaurante, transformar-se em um empresário de sucesso e assim por diante.

    Personalidades como Steve Jobs, Charles Darwin e Ayrton Senna não tinham um cérebro mais evoluído que o de qualquer pessoa que seja capaz de ler e de entender este texto. O que estas personalidades tinham de incomum era o fato de pensarem de uma forma mais livre.

    No transcorrer da minha vida eu tive o privilégio e a satisfação de interagir com pessoas cujas ideias são tão fantásticas que poderíamos facilmente compará-las a obras de arte, enquanto outras parecem não gostar de pensar, preferindo o comodismo de acatar ideias alheias. A inteligência é um tipo singular de riqueza que todas as pessoas gostariam de ter em abundância. Mas, se é certo que todos nós gostaríamos de ser bastante inteligentes, então por qual motivo algumas pessoas realmente o são, enquanto outras não?

    Observando o comportamento, as atitudes e a evolução do intelecto das pessoas com quem convivi e analisando a forma como os grandes pensadores desenvolvem suas ideias, acabei por perceber que dentre todos os homens inteligentes existem cinco elementos relacionados ao modo de raciocinar que não se fazem presentes, ou que se mostram muito fracos em pessoas menos cultivadas, de inteligência comum. Quando bem utilizados, tais elementos podem induzir uma pessoa alienada a despertar sua mente para as mais profundas verdades, podem transformar um funcionário comum de uma empresa em um poderoso executivo, podem capacitar um jovem desorientado a se tornar um notável criador de ideias ou fazer uma simples dona de casa produzir obras fantásticas no campo das artes, da ciência ou da literatura. Denominei cada um desses elementos como Gap de intelecto. São estes:


    Participação em grupos


    Membro da "International High IQ Society", sociedade restrita a indivíduos que demonstram um quociente intelectivo igual ou superior ao de 95% da população.

    Global Genius Generation
    Grupo de indivíduos com QI acima de 160, que objetiva introduzir ideias inovativas em vários campos do conhecimento.

    Cosmoforum
    Boletim brasileiro de discussão de Astronomia

    Poetic Genius Society
    Grupo de indivíduos que produzem pensamentos criativos e poéticos.

    The High Intellect Society
    Sociedade voltada para pessoas com grandes níveis de cognição combinada com potencialidades voltadas à arte e à ciência.

    Stop a Destruição do mundo
    Associação que promove a campanha internacional de conscientização das causas das enfermidades humanas, sociais e ambientais.

    The Adventurers Society

    Grupo de aventureiros que percorrem lugares inusitados, buscando experiências fora do convencional.

    Curta a página de Everton Spolaor

    Sobrepujar o condicionamento: A maior parte das pessoas não percebe que não são elas quem escolhem o que pensam. Por exemplo, se você estiver em uma fila no banco, vários pensamentos começarão a surgir na sua cabeça, certo? Isso, é claro, se você não estiver distraído com seu aparelho celular. Mas pergunte a si mesmo: Quem escolhe aquilo que você está pensando? Porque ninguém chega na fila do banco já tendo uma lista de tudo o que vai pensar nos próximos quarenta minutos. Os pensamentos costumam surgir "do nada", como se fossem criaturas livres que pousam na sua cabeça quando você não está fazendo nada. Assim, o primeiro "gap de intelecto" consiste em sobrepujar este "nada", isto é, em você ser capaz de gerar seus próprios pensamentos, ao invés de deixar que eles surjam aleatoriamente.

    Adotar uma atitude filosófica é o melhor meio de você se tornar senhor de seus próprios pensamentos. É preciso agir como se você tivesse morrido e nascido novamente. Você precisa aprender a destruir muito daquilo que você aprendeu na escola e na vida, e reaprender, reconstruir tudo em sua mente, só que agora com outro grau de consciência.

    É fácil ensinar coisas para uma criança. Ela não tem o hábito de questionar o que aprende, porque confia na professora, nos pais, nos colegas. Assim, crianças acabam tomando como verdade absoluta aquilo que os outros querem que elas aprendam. O problema é que, aceitando verdades alheias, as pessoas ignoram todas as outras verdades. Repetindo as mesmas crenças e valores dos seus antecedentes, limitam sua existência a um caminho que já foi trilhado pelos outros. Considere, pois, reaprender a pensar, reaprender a aprender.

    Espírito empreendedor: É um elemento natural da essência humana. Todo homem é empreendedor e aventureiro por natureza, mas este espírito costuma ser ignorado ou sufocado pelo condicionamento que recebemos ao longo da vida. Da mesma forma como o empreendedorismo é útil no trabalho, também o é no desenvolvimento do intelecto. Quantas vezes ao longo do dia você "empreende"? Quantas vezes por dia você pensa em fazer as coisas de forma diferente? Quando foi a última vez em que você fez algo pela primeira vez? Olhe para trás no tempo e contabilize a quantidade de novas experiências que você teve. Não seria hora de aumentar este número?

    Bem, devo dizer que o tamanho de suas experimentações depende do tamanho de sua curiosidade. Eistein dizia:"A coisa mais importante é não parar de questionar. Nunca perca a sagrada curiosidade".

    A curiosidade é a derradeira característica dos gênios. Duvido que alguém possa encontrar um gigante intelectual que não tenha sido uma pessoa curiosa. Thomas Edison, Leonardo da Vinci, Albert Einstein, Richard Feynman... etodos eles são personagens curiosos.

    Mas por que é que a curiosidade é tão importante? Aqui estão quatro razões:

    1) Faz sua mente ser ativa em vez de passiva.
    Pessoas curiosas sempre fazem perguntas e procuram respostas em suas mentes. Suas mentes estão sempre ativas. Uma vez que a mente é como um músculo que se torna mais forte com o exercício contínuo, o exercício mental causado pela curiosidade torna a sua mente mais e mais forte.

    2) Prepara sua mente para novas ideias.
    Quando você está curioso sobre alguma coisa, sua mente espera e antecipa novas ideias relacionadas a ela. Sem curiosidade, as ideias podem passar bem na sua frente e mesmo assim você não as vê, porque ela não está preparada para reconhecê-las. Quantas idéias de grande porte você já perdeu devido à falta de curiosidade?

    3) Ela abre novos mundos e possibilidades.
    A curiosidade abre portas para novos mundos e para possibilidades que normalmente não são perceptíveis. Tais possibilidades costumam estar escondidas sob a superfície da vida normal, e portanto é preciso uma mente curiosa para conseguir olhar abaixo desta superfície.

    4) Ela traz emoção em sua vida.
    A vida das pessoas curiosas está longe de ser chata. Difícil é encontrar um curioso aborrecido ou em busca de atividades rotineiras. Há sempre coisas novas que atraem sua atenção, há sempre novos "brinquedos" para jogar. Em vez de viverem de forma repetitiva, pessoas curiosas vivem uma verdadeira vida de aventuras.

    Agora, sabendo a importância da curiosidade, aqui estão algumas dicas para desenvolvê-la:

    1. Mantenha a mente aberta.
    Isto é essencial se você deseja ter uma mente curiosa. Esteja aberto para aprender, desaprender e reaprender. Algumas coisas que você sabe, talvez não estejam corretas. Você deve estar preparado para aceitar essa possibilidade e mudar de ideia.

    2. Não aceite as coisas como lhe são apresentadass.
    Se você acabou de aceitar o mundo como ele é, sem tentar cavar mais fundo, você certamente vai perder a "santa curiosidade' a que Einstein se referia. Nunca tome as coisas como lhe são apresentadas. Tente cavar mais fundo abaixo da superfície do que que é comum.

    3. Faça perguntas implacavelmente.
    Uma maneira de cavar mais fundo abaixo da superfície é fazendo perguntas: O que é isso? Por que é feito dessa maneira? Quando ela foi feita? Quem inventou isso? De onde ela vem? Como isso funciona? O que, porque, quando, quem, onde e como são os melhores amigos de pessoas curiosas.

    4. Não rotular algo como chato.
    Sempre que você rotular algo como sendo chato, você fecha mais uma porta de possibilidades. Pessoas curiosas vasculham tudo, inclusive o que parece chato. Em vez disso, elas sempre buscam uma porta para novos e excitantes mundos.

    5. Veja a aprendizagem como algo divertido.
    Se você ver a aprendizagem como um fardo, não haverá nenhuma maneira de você querer cavar mais fundo em nada. Isso só vai fazer o fardo ficar ainda mais pesado. Mas se você considerar que aprender é algo divertido, você naturalmente vai querer cavar mais fundo. Então, olhe para a vida através dos vidros da diversão e da emoção, e desfrute o processo de aprendizagem.

    6. Leia diversos tipos de leitura.
    Não gaste muito tempo em apenas um mundo; dê sempre uma olhada em outros mundos. Passeios mentais por outros mundos irão, mais cedo ou mais tarde, despertar o seu interesse em coisas extraordinárias. Uma maneira fácil de fazer isso é através da leitura de diversos tipos de assunto. Tente escolher um livro ou revista sobre um novo tema e alimente sua mente com a emoção de um novo mundo.

    Libertação de preconceitos: É prova de extrema sabedoria e porta para a evolução da mente. Quando encontramos alguém, não o consideramos simplesmente um ser humano. Logo o identificamos com um rótulo: inglês, francês, alemão, japonês, judeu, branco ou preto, católico, protestante, budista etc. Imediatamente o julgamos com todos os preconceitos e atributos associados ao rótulo condicionado em nossa mente. E, não raro, acontece, na maioria das vezes, que o referido indivíduo está inteiramente isento dos atributos que lhe conferimos. Tal hábito costuma ocorrer também nos pensamentos. Não vemos as coisas como elas são, mas como nós somos. Rótulos são obstáculos à evolução do intelecto, são prejudiciais à mente. Aprenda a não ser preconceituoso.

    Liderança: Qualquer pessoa pode ter atitude de liderança. Um frentista, um estudante, um vendedor de picolé, todos deveriam exercitar a arte da liderança. Consiste em estar à frente, incentivando os outros a evoluirem também. E para ser um lider você precisa antes aprender a amar a si mesmo, a considerar a si mesmo como uma grande pessoa, alguém que vale a pena ouvir e seguir. É certo que o hábito de ser respeitoso e amável acaba pro atrair pessoas igualmente respeitosas e amáveis. Assim, se você não é do tipo que demonstra uma personalidade admirável e digna de ser seguida, desenvolvê-la é um desafio que não apenas inclinará para você a atenção de pessoas valiosas, mas também lhe permitirá desenvolver novas habilidades de intelecto que lhe serão úteis em muitas oportunidades.

    Ressonância de idéias: Consiste em sincronizar suas idéias com as idéias alheias de forma tal que ambas se ampliem. Adquire-se em saudáveis conversações quando a mente não está dispersa. Aprender a ouvir, e ser capaz de dar uma opinião que esteja alinhada com o que a outra pessoa disse, ao invés de dizer algo sobre si mesmo. Eis uma prática louvável e engrandecedora.

    A ressonância é especialmente útil quando praticada em solidão. Pode parecer estranho, mas considere o seguinte: A maioria das grandes ideias são o resultado da combinação de pensamentos distintos entre si, certo? Alguém estava tentando inventar um aparelho para detectar sinais vindos de galáxias distantes, e acaba inventando o sistema wireless. Outro alguém observava labaredas em uma lareira, quando teve a ideia de um composto químico.

    Descubra seu talento: Há quem tenha vindo ao mundo para ser um escultor, ou um pianista, e mesmo que não sinta, mesmo que não saiba e mesmo que não perceba, esta pessoa tem plena capacidade para ser um fantástico escultor ou um talentoso pianista. Mas por pressão da sociedade, ou por medo, por comodismo ou distração, passa a vida inteira trabalhando como médico, ou como atendente de loja, como engenheiro, como auxiliar de fábrica e assim por diante.

    Não acredites, nem mesmo por um instante, que você não tem um talento, que você não é bom em alguma coisa. Porque a Natureza não cria absolutamente nada em vão.

    Confie nas palavras de Epícteto:

    Para ser livre só há um caminho:
    o desprezo das coisas que não dependem de nós.

    Ouça o conselho de Steve Jobs:

    A única maneira de fazer um trabalho
    extraordinário é de amares aquilo que fazes.
    Se ainda não o encontraste, continua a procurar.
    Não te acomodes. Tal como com os assuntos
    do coração, tu saberás quando
    é que o encontraste.
    - Steve Jobs –

    Reflita um pouco sobre estes elementos, e pense sobre como você poderia incorporá-los ao seu dia-a-dia.
    Em meu livro “Inteligência: caminhos para a plenitude”, eu demonstro como desenvolver os gaps de intelecto, elementos essenciais para a realização dos grandes e pequenos sonhos.

    Acredite em seus sonhos!

    Incorpore os gaps de intelecto ao seu dia-a-dia para alavancá-los e comprove por si mesmo que aquilo que chamam de “dom”, esta força latente e libertadora, existe também em você.

    Grande abraço!

    Everton Spolaor - Outubro de 2015



    "Inteligência"
    Compre aqui o livro e amplie sua inteligência como um todo!


    Livros de Everton Spolaor




    Inteligência:
    caminhos para a plenitude

    Esta obra versa sobre os elementos básicos para o desenvolvimento de uma mente verdadeiramente pensante. É indicado para quem está dando os primeiros passos pelo mundo dos pensamentos livres.

    Aproveite o preço promocional de
    R$ 30,00




    Inquietude
    O fim da ansiedade e da depressão, sem remédios!
    Este livro revela como usar sua própria força para ter mais sucesso na vida.

    Aproveite o preço promocional de
    R$ 39,90

    ADQUIRA OS DOIS LIVROS!



    Força + Inteligência
    LEVE OS DOIS LIVROS!
    Adicione força interior e
    inteligência em sua vida.

    Receba o livro em sua casa!
    R$ 60,00

    xxx
    xxxy



    Comentários dos visitantes

    From: "L" [lawliet.ryuuzak@hotmail.com]

    Meus parabens!

    Embora eu nao o conheça, acredito eu que você tem uma capacidade enorme de chegar aos seus 50 anos com os 180 pontos.Eu quero muito aumentar o meu QI assim como você, pois eu creio em ser capaz disso! Não apenas eu ou você, mas como todos.

    From: "fabiano" [fabiano_bill51@hotmail.com]

    legal...

    From: "Vandré" [vandretrevisan@yahoo.com.br]

    Bom texto, boa reflexão.
    Eu só não considero testes de QI confiáveis, nem um pouco. Por vários motivos, mas... por um principalmente: é questão de treino. É como vc jogar um estilo de jogo de computador, por exemplo: estratégia em tempo real. Com o tempo (treino), não importa se o jogo é diferente, vc já é bom neste estilo de jogo, e seu resultado vai ser melhor do que outra pessoa que não está acostumada a este estilo de jogo. Tendo isto em mente, eu não levo a sério testes de QI, uma pessoa bem treinada em testes de QI terá melhores resultados que outra pessoa não treinada.
    Outra questão é que a lógica das questões de testes de QI se repetem. Se vc já viu aquela lógica da questão anteriormente será mais provável que vc a enxergue e responda a questão.
    Em todo caso, as dicas que vc passou são muito boas! Com certeza vai incentivar muita gente (me incluindo).

    From: "jean carlo" [jeanpbim@hotmail.com]

    gostaria de saber qual a base que vc tem para afirmar que uma pessoa pode melhorar seu qi desde que tenha boa saúde e boa vontade para criar novas sinapses e se tornar um gênio..........gostaria de saber pelo meu email se possível......essa pergunta naum intriga só a min mas várias pessoas........obrigado...

    From: "João Batista" [joaodosssantos@yahoo.com.br]

    Não adianta nada você citar seu Q.I., em número. Você tem que apresentá-lo em percentis: 98, 95, etc. Esse teste em que você fez 160, por exemplo, se for transformado na escala Stanford-Binet pode representar uns 140, por exemplo, e o de Raven na certa, uns 125. Abraços.

    From: "1ST"
    Date: Sun, March 28, 2010 7:31 am

    Ae grande, gostei do que tu escreveu, fiz um teste de QI ontem q deu 130, vim procurar e achei muita coisa no google, até o tal do efeito flyyn, que diz que a população aumenta seu QI a cada 10 anos e dá alguns exemplos de casais com QI x de terem filhos com QI maior. Alem do que QI maior significa longivitude e mais saude. Eu nao vou fazer uma lista do que faço, mas é muito parecida com a tua, tirando algumas linguagens de programação. Entendo espanhol, falo ingles fluente, gravei um comercial na cabeça em japones de 40 segundos, até hoje falo o comercial e todo mundo fica espantado uhauhauahauhauha tenho muitos interesses, leio muito, passo muitas horas no google procurando aquilo que vem na cabeça, escrevo, procuro imagens "escondidas" na visualização do google earth, devo começar meu curso de astrofísica daki 2 meses, conheço a maioria das religioes, já realizei rituais indigenas, e hoje posso dizer que tenho noção de que minha consciencia não está na matéria. Muitos colegas de trabalho dizem que nao existo,q sou unico,q sou louco!
    Faço todos rirem e crio discussoes construtivas sempre, alegro qualquer lugar que chego. Concordo contigo, quando as vezes nao resolvemos o problema porque simplesmente nao queremos resolver, mas sabemos exatamente o que podemos fazer. Falta vontade rs Há mais de um ano me interessei por filosofia também e descobri que Carl Yung morava a 3km do estadio de um estadio de futebol, assim como eu. Medí com a regua do google earth, rs. Sincronicidades acontecem toda hora, basta estar atento a elas. Frequencias iguais se encontram :D Ah, quero comprar um telescopio pois sempre que vou a Serra Negra- SP avisto OVNIs, e há 2 dias atrás fui procurar alguma coisa pra captar os sinais de tempestades no pc. O fundo do meu papel de parede é um programa que mostra em tempo real a imagem de satélite da terra, com todas as nuvens do globo, mostrando o dia e a noite é show de bola, procure "Desktop Earth". Também acompanho notícia do mundo da Física Quantica, Medicina, Descobertas tecnologicas.
    Eu sinto como se minha cabeça estivesse vazia e eu me achasse estupido por nao saber nada sobre o planeta que vivo. Por isso tudo é bem vindo, Cósmico, Tridimensional e Interpessoal. E também me vem muito a idéia de aprender a como sobreviver na floresta, pois 2012 está chegando, e na minha pesquisa que já dura 2 anos sobre o assunto, que pelo menos devemos levar em consideração que eles "Os Maias" eram realmente descendentes do povo de Atlantida. História também é muito legal. Eu assisto muito o History Channel,Net Geo, Discovery Channel e qualquer programação que esteja ensinando algo útil. O que é dificil em canal aberto! Mas é isso aí, eu creio que o exercicio de se criar novas sinapses fará com que o QI aumente sim, pois fico indignado com o fato de que usamos só 10%, se é que existe vida inteligente pra se dizer que a média é essa,rs, ah e sou Canhoto! Ainda bem que nao estamos na época em que canhotos eram considerados "do diabo" uhauhauahuahauhauha. Um abraço do QI 130!

    From: fernando ferreira [freddybomba@hotmail.com]

    Você fez observações bem interessantes sobre QI. Também acredito ser possível aumentar o QI fazendo atividades que estimulem novas sinapses no cérebro. Acredito que o meu QI atualmente esteja entre 140 e 150, mas isso não importa muito. O que tenho em mente é que a capacidade intelectual humana não tem limites para crescer. se o ser humano pudesse viver 300 anos, creio que o QI médio da população seria em torno de 250.
    Portanto, estar sempre aprendendo algo e exercitando a mente acredito que seja o melhor caminho para evoluir a inteligência.

    De: lucas [dexter_-_killer@hotmail.com]

    Muito legal seu texto; meu Qi deu 100 mais eu quero muito aumentar muito mesmo e meu sonho

    De: Ariel [ariel.luz.vida@hotmail.com]

    Cara, demais sua meta, e adimirável seu equilíbrio. Estou começando minha jornada em busca de optimizar meus potenciais. Não me foco exatamente em QI, mas no desenvolvimento pleno e abrangente das minhas capacidades, e acredito que é possível sim alcançarmos o que quisermos.Abraço, Deus abençõe sua busca!

    De: Maria [orquideia@click21.com.br]

    Everton, deparei com seu blog por acaso, parabéns por esses textos que motivam os leitores.Hoje, sábado dia onze de dezembro de 2.010, fiquei curiosa para saber uma coisa.Você já fez uso das brain machines?Elas aumentam mesmo a cognição?Outra que eu queria saber sobre elas, é quantas são necessárias para termos uma acuidade mental melhor.(o preço de uma já é meio salgado...e eu não sei se uma só basta)O efeito de uma só, mesmo que seus programas sejam variáveis, não seria como o efeito de um refrigerante, que depois de conhecido pelo organismo, deixa de fazer efeito?Ou todas essas máquinas tem os mesmos programas- e por isso, só uma basta?Se o sr.já fez uso de alguma delas, vou ficar no aguardo da resposta, daqui a uns dias voltarei a consultar o blog, para ver a resposta.Se não fez uso delas, diga então que as desconhece.Obrigada da atenção.

    De: João Manoel [menna.john@hotmail.com]
    Olá, gostei muito do seu site. Estou interessado pois desde pequeno tenho certas facilidades como desenho, piano, mágica, xadrez... Mas o xadrez larguei quando era pequeno, tinha perdido o interesse, e agora com 19 anos voltei a ativa, fico estudando até de madrugada livros e mais livros, mas estou tendo muita dificuldade e fico me perguntando o porque de não conseguir ser um bom enxadrista (a nível de 1900+ no ranting), é certo que estou estudando a pouco tempo, 3 meses por aí, mas queria sua opinião se abranger o conhecimento em outras áreas do pensamento podem ajudar no xadrez. Obrigado!

      Comentário do autor:
      Caro João,
      Muitíssimo obrigado por visitar o Sombras da Realidade. Fico muito grato pelos comentários postados.
      Bem, como vistes, não sou nenhuma autoridade no que tange a este fantástico tema que é a inteliência. No entanto, se eu quisesse ampliar o poder de meu raciocínio lógico para melhorar minha performance em jogos de xadrez, procuraria estudar de forma mais aprofundada as estratégias adotadas pelos grandes enxadristas. Isto você já está fazendo, pelo que vi em seu comentário (veja aqui um texto sobre o pensamento profundo). Mas creio que isto não é o suficiente. Eu praticaria atividades intelectuais que exijam um raciocínio criativo. Uma sugestão é escrever textos que expressem uma determinada ideia, mas fazendo metáforas e comparações. Por exemplo:

      "Se uma planta não pode viver de acordo com a sua natureza, então ela morre; o mesmo acontece com um homem."

      Aristóteles já dizia:
      "O mais importante é encontrar metáforas, pois é a única coisa que não se pode aprender de outros e é um sinal de uma natureza engenhosa. Para fazer metáforas é necessário reconhecer a igualdade."

      Escreva um pensamento, mas comparando-o com algo que aparentemente não tenha nada a ver com esta ideia.
      Outra sugestão que dou é aprender uma linguagem de programação (visual basic, java, php etc.) ou estudar sistemas que envolvam cálculos complexos (Cosmologia, por exemplo).
      Espero ter ajudado. Grande abraço!
      Everton Spolaor

    De: Wesley Minare Franco [aribagachi@hotmail.com]
    Olá!..Posso discordar? :)
    Realmente uma pessoa pode aumentar a sua inteligencia, mas dentro dos limites de sua propria capacidade nata . Alguem com um QI, digamos, "nato" de 110 pontos pode, com a ajuda de alguns exercícios intelectuais ao logo de sua vida, aumentar sua inteligencia em, talvez, mais 10 ou 20 pontos. Aqui eu não saberia dizer ao certo, mas com certeza tal indivíduo não conseguiria pular para 150 pontos, por exemplo.
    É como compararmos um dedal com um copo. Podemos encher o dedal de água aproveitando a sua capacidade máxima, mas, mesmo assim, a quantidade de água do dedal jamais se equipararia a quantidade de água de um copo.
    Um jogador (com inteligencia mediana) apaixonado por xadrez, pode melhorar muito o seu jogo desde que estude com afinco as aberturas, meio jogo e finais, vindo a se tornar um expert. Mas, mesmo assim, nunca atingirá o nível de campeão mundial, pois, ainda que conheça bem o jogo, não conseguirá visualizar 14 jogadas à frente tal como Kasparov, uma vez que suas “conexões cerebrais” não permitiriam tal feito.
    Outro ponto interessante no texto (que tambem discordei em partes) foi sugerir uma mudança de comportamento, imitando os grandes gênios para com isso aumentar a inteligencia. Seriam coisas como adotar um pensamento filosófico, estudar astronomia ou cosmologia e até mesmo “conhecer pequenos segredos de eletrônica e informática”.
    De fato, teoricamente falando, a PNL pode transformar um homem por meio de suas atitudes, mas não creio que isso se aplique a inteligencia. Um homem pode se tornar um bom motorista por imitar bons motoristas, mas não pode se tornar um gênio por imitar outros gênios.
    Em outras palavras, podemos imitar algumas ações advindas de uma capacidade, mas não podemos imitar a própria capacidade.
    Parte do teu próprio texto resume praticamente tudo o que eu disse acima:
    Há vários anos eu encasquetei com esse negócio de incrementar o potencial cognitivo. Aventurei-me buscando submeter a mente a diversas atividades que, acredito eu, forçam o cérebro a criar novas estruturas de raciocínio, em uma configuração mais complexa e mais eficiente, como um belo chip de computador com aquelas conexões muito bem distribuídas. E se você tem conexões eletrônicas mais complexas na cachola, certamente será capaz de encontrar saídas mais criativas para os problemas da vida.
    Por outro lado, concordo plenamente com o que você diz sobre como usar a inteligencia.
    Um QI elevado de nada serve, caso seu proprietário o use somente para robustecer o ego, nada fazendo pela humanidade.
    Abraços,
    Wesley

    De: Gabriel Prado [gabrisheldon@hotmail.com]
    Achei oque precisava! isso me ajudou muito. Aposto que vou conseguir aumentar meu QI, eu tenho 13 anos de idade, sou fã de Albert Einstein. Tenho livros de Stephen Hawking, tenho dvd Cosmos Carl Sagan. E um QI de 126 acho que vai ajudar muito isto. Obrigado abração.

    De: Laércio de Souza [laerciophb13@hotmail.com]
    Bom,na minha opinião, é possível sim o desenvolvimento contínuo da inteligência.
    Eu,antes de ver este site, adotei uma nova rotina com um "patamar de regras" que pesquisei de como "melhorar a inteligência", tais como: comer peixe, beber chá verde ou preto (pois café e energéticos não fazem bem à mente), tirar uma soneca (para uma melhora da memória, mesmo que seja apenas 6 minutos),ler devagar (para uma melhor compreensão),controlar a respiração,realizar qualquer atividade física,jogar vídeo-game(Brain Age,por exemplo),praticar questões típicas de exames psicométricos e APRENDER.Aprender ajuda a reforçar o cérebro,principalmente quando você acredita que pode aprender novas coisas.É um círculo vicioso: quando pensas que estás inteligente,estudas mais,criando mais conexões entre os neurônios.Percebi que,com esse esforço,meu modo de pensar mudou,comecei a olhar as coisas de um modo diferente.Quando olhei o site e li o texto,percebi que possuía os gaps de intelecto e os desenvolvi.Everton expressou suais idéias de maneira minuciosa e detalhista.Agora irei adotar novos métodos com as sugestões que o autor propôs.E não tem essa de "imitar" gênios ou grandes pensadores.Muitos deles não eram superdotados,mas conseguiram realizar tais feitos.Assim como eles conseguiram,todos nós também podemos conseguir.É só ter vontade,motivação,determinação,persistência.O problema é a falta de interesse das pessoas em investir em seu maior patriônio: a mente.Elas,não todas,preocupam-se mais com coisas irrelevantes que somente alimentam sua ignorância ou egocentrismo.Inteligência está ao alcance de todos,o segredo é a evolução.Ótimo trabalho,Everton!Você está de parabéns =D

    De: Johne josé [Johne.zero.um@gmail.com]
    Sexta-feira, 27 de Julho de 2012 12:34
    Muito bom seu artigo sobre QI, parabéns.
    A partir desse virão mais artigos evoluidos; estou na expectativa, sugiro que você aborde nos proximos temas sobre o assunto tratado no livro "o segredo" vai fica zica assim eu espero até mais e boa sorte nos proximos testes RUMO AO 180 PONTO.

      Comentário do autor:
      Caro Johne,
      Parece até que lestes minha mente. No meu próximo livro abordarei esta questão que citastes, relacionada ao tema do livro "O Segredo". Tenho minha própria teoria sobre isto, e dediquei um capítulo inteiro para explicá-la.
      Grande abraço!
      Everton Spolaor

    De: ariel laysa [ariellaysams@hotmail.com]
    Enviadas: Terça-feira, 31 de Julho de 2012 14:11
    Nossa, adorei tudo que vc fla sobre a inteligencia humana de uma forma que fica mais facil de entender se eu encontra algum dia um de seus livros com certeza vou querer um para mim. tenho 15 anos e ja penso em ser mais inteligenteja alcansei uma meta tirei total em um bimestre. mas tenhos outos planos e seu site me deu uma expiraçao

    De: Johne josé [Johne.zero.um@gmail.com]
    Enviadas: Sexta-feira, 27 de Julho de 2012 12:34
    Muito bom seu artigo sobre QI,parabéns.Aparti desse virão mais artigos evoluidos estou na expectativa,sugiro que você aborde nos proximos temas sobre o assunto tratado no livro "o segredo" vai fica zica assim eu espero até mais e boa sorte nos proximos testes RUMO AO 180 PONTO.

    De: Abel Garcia [abel16_garcia@hotmail.com]
    Enviadas: Segunda-feira, 13 de Agosto de 2012 13:30

    Caro amigo de fato é inteligente, mas nossos cérebros são como nosso corpo só melhoram até certo ponto com o tempo vão envelhecendo, de acordo com a psicologia o homem já tem seu potencial cognitivo completo com 13 anos e nossa personalidade só está completamente formada com 21 anos, mas óbvio q se vc vai desenvolver todo o seu potencial ou não é influência do ambiente. Só mais uma coisa pra quem não se preocupa muito com o QI vc até q falou muito dele.


    Comente este texto:

    Para comentar o texto, preencha o formulário abaixo:

      Seu nome :
      Seu email :
      Comentário:



    xxxxxxxxx

    Conheça o meu primeiro livro:

    INTELIGÊNCIA:
    Caminhos para a Plenitude
    Desenvolva uma mente mais criativa

    Muito além do Q.I., a verdadeira inteligência é aquela que dá ao homem o poder de modificar o ambiente através de idéias que foram formadas pelo livre pensamento e que não estão presas à pujança dos instintos animais. Através do encadeamento de idéias busquei elaborar uma obra espirituosa, objetiva e eficaz no sentido de despertar nas pessoas aquilo que a Natureza, em sua intangível sabedoria, nos concedeu de mais valioso: o poder de pensar.



    Copyright 2007 by Everton Spolaor
    www.sombrasdarealidade.com.br


    Início || Contato com o autor: evertonlspolaor@yahoo.com.br