Livro Inteligência
Sobre o Autor
Conteúdo
Comentários/Leitores
Trechos do Livro
Frases citadas
Bibliografia
Discussões
Compre aqui!
Cotidiano
Seja você mesmo!
Desprograme-se!
Sensação de vazio?
Sua liberdade
Rebele-se!
Filosofadas
Seja punk
Mundo de Ilusões
Mundo de Ilusões
Conspirações
Dreamland
Vídeos
Referência
Diário da estrada
Viajadas do autor
Gente que faz
Everton Spolaor
Sou um simples mortal que cultiva o constante aprimoramento do intelecto e que se esforça para tornar este mundo um pouco melhor. Seja bem vindo ao meu website.
Fontes de Inspiração:
Emerson, Einstein, Krishnamurti, Charles Darwin, Thoreau

Páginas sociais. Pra que servem?

Todo jornal, desde os exemplares minúsculos publicados nas pequenas cidades até aqueles que têm vários milhares de exemplares impressos por dia, possui uma seção muito esquisita, que normalmente possui no título uma única palavra: "Sociais".

Esta seção funciona com o seguinte princípio:

Em nosso planeta existem pessoas que não estão nem aí para a palavra "ser". Para elas, as únicas palavras do dicionário que importam são "ter" e "aparecer". Se ela foi viajar pra Bariloche, o legal da viagem não é a viagem em si, não é conhecer locais diferentes. Para ela, o legal mesmo é voltar à sua cidade e tascar no jornal sua foto, com a legenda "Maricota com seu casaco de pele de jaguatirica em viagem a Bariloche".

Se ela construiu uma piscina com o formato de um arenque, o legal não são os banhos e a diversão. Para ela, legal mesmo é tascar no jornal uma foto sua, com a legenda "Maricota estreando sua nova piscina com seu lindo biquini de pele de jaguatirica e pérolas douradas, importado de Júpiter".



A seção "Sociais" fica ainda mais ridícula nos jornais de pequena circulação, nas pequenas cidades. Uma coisa que não dá pra deixar de notar é o descomunal esforço que algumas pessoas fazem para sair sorrindo na foto. A "socialite" percebe que o fotógrafo está apontando a câmera para ela, e então repuxa para cima as pelancas dos cantos dos beiços, na esperança de fazer com que os espectadores acreditem que ela está dando um imenso e natural sorriso. Ora, bolas! Se não está a fim de sorrir, não sorria, pô!

Com o tempo, estas páginas sociais vão se tornando cada vez mais idiotas, já que, por não ter o que colocar lá, os editores acabam contratando um fotógrafo para visitar festas e tirar fotos a esmo das pessoas que estão se divertindo, e depois publicam uma página inteira com dezenas de fotos de pessoas fazendo a mesma pose. O que significa aquilo? Tá, a pessoa está numa festa, mas... e daí? A única coisa que isso significa é que ela tem a incrível capacidade de enviar impulsos elétricos do cérebro até suas pernas, fazendo-as se mover alternadamente em direção a um clube ou danceteria. Nossa! Que ato incrível esse, não é mesmo? Deve ter exigido quase 50% de todo seu potencial cognitivo.

Pois é, minha gente. Nosso mundo possui pessoas realmente notáveis. Há quem se faça notar por sua sabedoria, há quem se faça notar por sua experiência na vida, há quem se faça notar por sua energia e carisma. Mas quando não há nada disso, ainda resta uma opção para aparecer: as páginas sociais.


Comentários dos visitantes:

From: Danielle
Tudo depende do contexto de vida...de quantas anda sua saúde mental.

Não recrimino as "Sociais" mas acho muito esquisito quem viva apenas para e em função disto.

O engraçado das páginas sociais são os "contra-testemunhos"...as mesmas socialites que aparecem com um bibelô feito pelas mãos de criancinhas indígenas lá de longe estão engajadas em Ações Sociais Contra o Trabalho Infantil.

Vai entender...

From: Alexbr> Essas páginas são as primeiras a embrulhar peixe, a forrar o chão de pintor (fazer os chapéus dos mesmos) entre outras utilidades posteriores do jornal.

From: Manu Bastos
Eveeeerton...confessa que tu queria uma foto tua estampada num site de baladas, vai!

hehehe

Falando sério: pessoas realmente notáveis nunca vão aparecer na Caras ou Bundas, mostrando o seu casaco de pele de jaguatirica e seus esquis de platina em Bariloche. Essas que estampam as "Sociais" são as pseudo-notáveis...mas vende, né? Fazer o que? Vai falar pra mulherada esperando a vez na manicure pra pegarem num Goethe e lerem qualquer coisa de útil, vai...

Tsc...corre tudo pra Contigo! e cabou-se.

From: Daniel
Everton...
Concordo com tudo. Onde eu assino? :-)

From: João Alfredo
Revistas tipo Caras , Quem, revista da TV,,, são coisas que atrofiam a mente Só servem para xitara fazer o seu cocozinho

From: "Fausto" [fausto.mancio@gmail.com]
Date: Thu, May 14, 2009 4:14 am

Concordo plenamente com você. As pessoas tem o péssimo hábito de se acharem diferentes do resto do reino animal, acham que são especiais, quando na verdade, são só mais uma espécie, a dominante sim, mas parte do natureza como todas as outras.



Comente este texto:

Para comentar o texto, preencha o formulário abaixo:

    Seu nome :
    Seu email :
    Comentário:




Conheça o meu primeiro livro:

INTELIGÊNCIA:
Caminhos para a Plenitude
Desenvolva uma mente mais criativa

Um livro destinado às pessoas que desejam ampliar aquilo que a Natureza, em sua intangível sabedoria, nos concedeu de mais valioso: o poder de pensar.

Se tivesse que escolher um único elemento que viesse a ser distribuído entre todos os homens, eu não escolheria dinheiro, nem amores e nem mesmo saúde. Desejaria que o homem tivesse uma maior inteligência. É certo que o mundo seria muito mais justo e que a vida se desenrolaria com uma qualidade superior se nos relacionássemos com pessoas mais cultas, mais sábias.


Gostou deste site?


Copyright 2007 by Everton Spolaor
www.sombrasdarealidade.com.br


Início || evertonlspolaor@yahoo.com.br