• INTELIGÊNCIA
  • PUBLICAÇÕES
  • PENSAMENTOS
  • INQUIETUDE
  • O AUTOR
  • DEPOIMENTOS
  • COMPRAR

  • Visite e curta nossa página no Facebook


    SOBRE OS ESTUPROS COLETIVOS
    E A CULTURA DA TOLICE

    Existem monstros entre nós.
    São a minoria, é claro. Mas eles existem. Pessoas que não vivem de acordo com princípios morais elevados e que, sem remorso algum, podem ferir a você, sua família e seus amigos.

    E de vez em quando você passará bem perto deles. De vez em quando você terá que interagir com eles e até conviver com eles, sem saber que está lidando com uma fera disfarçada de ovelha.
    Mas por qual motivo as pessoas se tornam más? Qual é a causa de tanta frieza e maldade?

    Para alguns, a causa está em uma infância ruim. Para outros, está na educação, ou nas más companhias, na bebida, na falta de espiritualidade, na pobreza etc.
    A chave para esta questão pode ser isso, pode ser aquilo ou qualquer outra coisa. Mas se buscarmos a raiz de toda a maldade que ocorre neste mundo chegaremos invariavelmente à mãe de todas as atrocidades: a TOLICE.

    Quando escrevi o livro “INTELIGÊNCIA” demonstrei que “inteligência é a capacidade de transcender instintos e de sobrepujar condicionamentos”.
    E o que é a tolice? Não é exatamente o oposto disso? Não é a total incapacidade de sobrepujar impulsos primitivos, tais como os impulsos sexuais, as taras, as vontades egoístas e o desejo irracional de ter poder sobre os outros?

    Pode um homem ser considerado intelectualmente superior a um chimpanzé se não é capaz de dominar impulsos primitivos? Creio que neste caso não pode sequer ser chamado de homem.
    Eis o perigo da tolice. Ela reduz um homem ao tamanho de um bonobo.
    Transforma-o em mera marionete da natu¬reza, de uma forma tal que sua existência é regulada tão somente por instintos, sensações e impulsos exatamente iguais aos de qualquer outro animal.

    Mas o que você e eu podemos fazer para reduzir a tolice que se espalha pelo mundo?
    Ora. Comecemos com o elementar. Sejamos cada um de nós, como dizia Buddha, a mudança que queremos ver no mundo.

    Sozinhos nada podemos fazer.
    Mas se cada um de nós desenvolver e colocar em prática a habilidade de iluminar outras pessoas para que sigam pelo caminho da retidão e da grandeza de espírito, se cada um de nós puder despertar nos outros a percepção de suas riquezas nativas, os dons adormecidos que possuem, o poder mágico que podem desenvolver em suas relações com o mundo, despertará nestas pessoas a sensação de dignidade, de potencial e valor.

    Que tal encarar este desafio?

    Um abraço!
    Everton Spolaor


    Curta minha página
    no Facebook:

    Curta a página de Everton Spolaor no Facebook

    <
    Livro INTELIGÊNCIA
    Receba em sua casa.

    Adquira um excelente
    livro por apenas
    R$ 30,00.





    Copyright 2007 by Everton Spolaor
    www.sombrasdarealidade.com.br


    Início || Contato com o autor: evertonlspolaor@yahoo.com.br